Minha camisa vermelha

Notícias atualizadas sobre o Colorado

Início » SCI » Obviedades de mais um grenal perdido

Obviedades de mais um grenal perdido

OPINIÃO: Obviedades de mais um grenal perdido

Não há nada de novo debaixo do sol, já dizia o Eclesiastes. O trecho do livro bíblico resume o que vem sendo o time do Inter e o clássico grenal nas últimas temporadas, bem como o de hoje.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE


É impossível não notar a deficiência técnica de alguns jogadores. No primeiro gol gremista, um Zé Gabriel facilmente batido por Diego Souza e um Lomba estático em uma bola facilmente defensável. Ambos quase entregaram dois gols em lances diferentes no primeiro tempo. Há quanto tempo esses dois jogadores falham, comprometem jogos e mesmo assim continuam no time titular?


Após o empate, Miguel Angel Ramirez resolveu mexer. Colocou Praxedes e Caio Vidal em campo. O primeiro nada acrescentou, mas o segundo fez boas jogadas na ponta direita e quase marcou em um bom chute.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

É inexplicável a insistência de Ramirez em pontas como Marcos Guilherme e Maurício – um nada acrescenta e o outro joga fora de posição – quando se tem um jogador talentoso como Caio Vidal. Não há como defender tal escolha.
E claro, temos no grupo alguns remanescentes dos maiores fiascos do Internacional. Rodrigo Dourado como capitão é a certeza de mais vexames.

Mas para além da sua reconhecida postura fracassada há a parte técnica que vem comprometendo. O gol da vitória gremista nasce de um passe errado de Dourado a colocar o zagueiro Cuesta na fogueira. Não é a primeira vez que ele apronta uma dessas.


Dourado e Lomba, bem como outras lideranças do elenco, são fiascos encarnados. Ainda assim ganharam o status inexplicável de intocáveis. A maior parte da torcida defende ambos com unhas e dentes, repelindo qualquer um que aponte as falhas e o espírito de perdedor desses jogadores. Sinal do apequenamento reinante nas últimas temporadas.


Miguel Angel Ramirez teve culpa na derrota? Teve. Mas ele não é o único culpado. Falhas individuais resultaram em mais uma derrota. Porém, sua teimosa em escalar os jogadores que comprometem torra a paciência de qualquer colorado. É impossível não tirar lições dos últimos jogos. Tampouco o é reconhecer as obviedades. Perdemos mais um grenal por não as perceber.

Texto redigido por: Carlos Junior

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE